domingo, 8 de junho de 2014

No Brasileiro Série D, Tubarão tem o melhor índice técnico dos clubes piauienses

(Fora do Brasileiro desta temporada, Tubarão poderá ser superado pelo Galo Carijó, atual campeão estadual)
Por Renneé Fontenele
Ascom

Rivalidade vai além do estadual - (Renneé Fontenele/HD)
Parnaíba (PI) – A rivalidade entre Parnahyba e River vai muito além do estadual. Não é à toa que Parnahyba e River realizam jogos com ‘os nervos à flor da pele’, dentro e fora dos gramados.

O River, representante maior da capital, há mais de dez anos, vem disputando vagas e ou finais com o representante do litoral, o Parnahyba. O Tubarão, por sua vez, não ‘admite’ sofrer derrota quando se trata em duelo contra o Galo Carijó, revelando o que se caracterizou ao longo desses mais de dois lustros.

O fato mais recente, que comprova todo esse cenário de rivalidade, foi a classificação do Galo Carijó para a final do returno sobre o Tubarão e, consequentemente, o título estadual. A propósito da classificação tricolor ‘dentro’ do estádio Verdinho, dissera um torcedor tricolor: ‘passamos pelo Parnahyba, agora ninguém segura a gente’.

Mas o contexto atual eleva o tricolor como representante do estado no Brasileiro deste ano. Ao Galo caberá superar os adversários e prosseguir com a modesta ascensão dos clubes piauienses na competição. Novamente a rivalidade entre Galo e Tubarão se renova, mesmo o clube do litoral estando ausente. Fato é que o Parnahyba, em todas as edições do Brasileiro, atingiu o melhor índice técnico dos clubes do estado piauiense.

A título de exemplo, em 2009, o Flamengo encerrou sua participação em 31º lugar, com 5 pontos, 1 vitória, 2 empates e 3 derrotas. Em 2010, a Raposa terminou em 37º, com 3 pontos, nenhuma vitória, 3 empates, 3 derrotas. Já em 2011, a capital ficou de fora, sendo o futebol piauiense representado pelo clube do interior, o Comercial, encerrando na 35ª posição, com 7 pontos, 2 vitória, 1 empate e 5 derrotas. Em 2012, com melhor desempenho, o Comercial finalizou em 29º lugar, com 8 pontos, 2 vitórias, 2 empates e 4 derrotas.

Mas foi em 2013 que um clube piauiense conseguiu chegar muito próximo da segunda fase da competição, obtendo, assim, o melhor índice técnico dos clubes do estado. Representando o litoral piauiense, o Parnahyba deixou a competição ocupando a 20ª posição geral, conseguindo 11 pontos, com 3 vitórias, 2 empates e 3 derrotas. Na última partida, mesmo sendo superior em campo ao adversário pernambucano (Salgueiro), o Tubarão não conseguiu vencê-lo, e, ainda hoje, reclama o gol legítimo anulado e uma penalidade máxima não marcada pela arbitragem.

Estreando na competição, o Galo Carijó, atual campeão piauiense, poderá superar a marca do clube do litoral, enfrentando, logo na primeira partida, o Cacique do Vale, Campeão Brasileiro em 2010, dia 20 de julho, em Sobral.

As expectativas são boas, dada a força tricolor em casa e a superação fora. Além da experiência de Josué Teixeira em seu comando técnico, o tricolor contará com o apoio indiscutível de sua grande e fiel torcida, sem falar das contratações em andamento. A partida de estreia do tricolor piauiense em casa está marcada para o dia 27 de julho, no Albertão, pela segunda rodada, enfrentando o Clube do Remo. 

Vídeo do Parnahyba que não foi publicado na época do Bicampeonato - 2013